Ceac presta mais de 79 mil atendimentos ao cidadão em agosto

13 de setembro de 2021 - 11:15

O Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac), vinculado à Secretaria de Estado da Administração (Sead), prestou no mês de agosto 79.491 atendimentos ao cidadão. No acumulado do ano, as seis unidades já contabilizam 514.199 atendimentos prestados.

Dos serviços ofertados durante o ultimo mês, 27.165 foram realizados no Ceac do Riomar; 24.826 na Rua do Turista; 13.108 na unidade da Rodoviária; 7.870 no Aracaju Parque Shopping, 3.873 no município de Lagarto, e 2.649 no Shopping Peixoto em Itabaiana.

De acordo com o balanço, entre os serviços mais procurados pela população em agosto estão os prestados pelo Banese, Detran, SSP, Sead, Deso, Correios e AracajuCard.

O relatório apontou ainda o índice de não comparecimento dos cidadãos nos serviços agendados. A taxa de ausência no Riomar Shopping foi de 3,2%; Aracaju Parque Shopping 1,1%, Rua do Turista 0,9%; Lagarto 0,9%, Rodoviária 0,5% e Itabaiana 0,2%.

O não comparecimento ao serviço previamente agendado, sem o cancelamento prévio, o cidadão só poderá solicitar um novo atendimento após 30 dias. O bloqueio acontece de forma automática.

Assim como para realizar um agendamento, o cancelamento do atendimento também é muito simples e rápido pelos canais digitais. Basta o usuário acessar sua conta no portal ceac.se.gov.br clicar em agende seus serviços e, em seguida, na opção cancelar agendamento.

Procura por serviços online

Desde a implantação da quarentena no estado de Sergipe, o Ceac tem investido na ampliação dos serviços oferecidos de forma online, para garantir mais conforto e segurança à população. Atualmente o cidadão já tem mais de 100 opções disponíveis pelo portal www.ceac.se.gov.br.

A diretora da rede Ceac, Ana Paula Menezes, destaca que a praticidade de poder concluir serviços evitando deslocamentos, aumentou significamente durante a pandemia. “Nosso objetivo é ampliar cada vez mais a oferta de serviços digitais para facilitar a vida do cidadão, sem burocracia e sem abrir mão da qualidade que os usuários estão acostumados a receber”.