Mais de 18 mil servidores do PCCV serão contemplados com 10% de reajuste

27 de abril de 2023 - 20:51

Projetos de Lei que tratam sobre reajuste dos servidores já foram enviados à Alese

 

Com o Projeto de Lei do Poder Executivo que dispõe sobre o reajuste dos salários dos servidores públicos dos Planos de Cargos, Carreira e Vencimento (PCCV Saúde, Geral, Engenharia e Detran) encaminhado para a Assembleia Legislativa, cerca de 18 mil servidores ativos e inativos serão beneficiados com um reajuste salarial de 10%. Isso representará um impacto anual na folha de pagamento de R$ 35.454.879,81, conforme levantamento feito pela Secretaria de Estado da Administração (Sead).

Serão beneficiados com 10% de reajuste diversos servidores ativos do PCCV da administração geral que se encontram lotados nos diversos órgãos estaduais, principalmente na Secretaria de Estado da Educação; serão beneficiados também os servidores do PCCV do Detran e do PCCV da Engenharia e Arquitetura; além dos servidores estatutários de diversos cargos de nível básico, médio e superior do PCCV da Saúde, totalizando  aproximadamente 7 mil servidores ativos.

No grupo de inativos e pensionistas serão contemplados com o reajuste de 10% mais de 11 mil servidores.

No projeto de Lei que dispõe sobre a revisão geral anual de 2,5% o impacto será de R$ 114.589.399,16.

Os servidores do Magistério Público além de ser contemplados com o reajuste de 2,5%  foi reeditado o abono salarial de R$ 932.57, que tinha encerrado em 31 de março. Os professores continuarão recebendo o abono.  A partir do próximo ano, novas discussões para retomada da carreira serão iniciadas.

Já os profissionais da segurança pública receberão, além dos 2,5%, mais 5% da periculosidade a partir do segundo semestre.

A secretária da Administração (Sead), Lucivanda Rodrigues, ressalta o compromisso do governador Fábio Mitidieri com a valorização do servidor público e o respeito à política de controle de gastos.  “Já ouvimos cerca de 30 categorias, entre Sindicatos e Associações, com discussões voltadas aos vencimentos básicos das diversas carreiras de servidores públicos do Estado. O diálogo continuará aberto”.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Sintrase), Diego Araújo, o governador Fábio Mitidieri inovou ao chamar os sindicatos para debater sobre as principais demandas de cada categoria. “É necessário tratar os desiguais como desiguais, entendendo portanto que era necessário conceder algo diferenciado a Administração Geral”.

Enfatizou que manter a mesa de negociação constantemente aberta e acessível ao trabalhador é um alento, principalmente, pelo histórico complexo do passado. “Sabemos que ainda há muito que se avançar, mas que já estamos avançando. Inclusive, em 1º de julho, avançaremos mais 5% pela progressão da carreira.