Observatório de Sergipe participa de curso na Fundação João Pinheiro, em MG

9 de dezembro de 2019 - 16:49

Técnicas do Observatório estão em Belo Horizonte para se aperfeiçoar sobre fontes de dados e cálculo de parâmetros demográficos

A diretora de Pesquisa do Observatório de Sergipe, Michele Dória, e a gerente de Estatística, Isabel Paixão, estão representando o órgão vinculado a Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), no curso sobre fontes de dados e cálculo de parâmetros demográficos que acontece entre os dias 7 a 11 de novembro, na Fundação João Pinheiro, em Belo Horizonte (MG).

O curso, promovido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com o apoio da Associação Nacional das Instituições de Planejamento, Pesquisa e Estatística (Anipes), cumpre a segunda etapa do nivelamento do conhecimento demográfico das equipes, previstas no Plano de Trabalho relativo ao Acordo de Cooperação Técnica celebrado com órgãos estaduais de pesquisa e estatística.

Sergipe é um dos vinte estados da federação que já assinaram o acordo de cooperação, que visa o desenvolvimento do Sistema de Projeções e Estimativas Populacionais – SISPEP. A primeira etapa do nivelamento ocorreu em março deste ano e consistiu em um curso realizado à distância sobre Noções Básicas de Demografia.

Vale destacar ainda que SISPEP é um sistema que objetiva à elaboração das projeções de população estadual e o aprimoramento metodológico das estimativas das populações municipais.

“O curso é fundamental para entendermos alguns conceitos estatísticos, bem como os motivos das mudanças demográficas que ocorreram no decorrer do tempo, a fim de auxiliar na elaboração da projeção estimativa populacional”, informa Michele Dória.

Programação

Ao longo dos quatro dias, os participantes irão debater sobre temas referentes à introdução à demografia, estrutura populacional por sexo e idade, análises sobre Fecundidade, mortalidade, migração e projeção de população, com nomes de peso da área como Izabel Marri, Marcio Minamiguchi, Bernadette Waldvogel, Fernando Albuquerque, Antônio Tadeu de Oliveira e Leila Ervatti.