Reunião desta segunda finaliza trabalho da Comissão Mista que discute reestruturação da carreira do magistério

11 de setembro de 2023 - 15:14

Próxima reunião será interna, com órgãos do governo envolvidos, e depois reunião final com a presença do governador Fábio Mitidieri

 

Objetivando a valorização dos professores da rede pública estadual, que é uma das propostas do Governo de Sergipe, aconteceu na manhã desta segunda-feira, 11, mais uma reunião da Comissão Mista de Trabalho destinada a discutir e apresentar proposta do Plano de Carreira do Magistério Público com dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (Sintese). A reunião, que ocorreu na sala de situação da Secretaria de Estado da Administração (Sead), contou com a presença do vice-governador e secretário da Educação, Zezinho Sobral.

Para a secretária da Administração, Lucivanda Rodrigues, que vem coordenando às reuniões com o Sintese, o encontro desta segunda-feira foi importante para o entendimento das prioridades para a carreira do magistério público. Lembra que já teve reunião com a presença da secretária da Fazenda, Sarah Andreozzi, e agora com o secretário da Educação.

“Com essa reunião, a comissão vai encerrando os trabalhos para o encontro final com o governador Fábio Mitidieri. Agora ocorrerá uma reunião interna de alinhamento entre as Secretarias da Fazenda, Educação e Administração”, afirma.

Enfatiza a secretária que após reunião interna dos órgãos envolvidos na discussão da retomada da carreira do magistério será agendado uma reunião com a presença do governador, fechando, assim, o trabalho dentro do prazo previsto, que é final de setembro.

A reunião contou com as presenças do secretário Executivo da Sead, Jorge Araújo, representantes da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e da Secretaria da Fazenda, e dirigentes do Sintese.

A comissão

A Comissão Mista de Trabalho foi criada no dia 7 de junho de 2023, através de portaria conjunta entre as Secretarias de Administração e da Educação. O objetivo é fornecer alternativas para a implantação do Plano de Carreira, visando subsidiar decisão a ser tomada pelo chefe do Poder Executivo Estadual em relação ao modelo da carreira, assim como à forma e o momento para o início de implantação.

Integram a comissão, que se reúne a cada 15 dias, representantes das Secretarias da Administração, Educação, Governo e Fazenda; Assembleia Legislativa; Procuradoria Geral do Estado e Sintese. Ela tem um prazo até o final de setembro para conclusão dos trabalhos.