SEAD e SEBRAE formam 10 agentes multiplicadores em compras públicas

9 de dezembro de 2019 - 17:41

Servidores da Secretaria de Estado da Administração (SEAD) passam por um curso, juntamente com técnicos do SEBRAE, para se tornarem multiplicadores de conhecimentos e informações sobre como vender para o Estado e dos benefícios da Lei estadual 6.206/2007, que concede tratamento diferenciado as Micro e Pequenas Empresas (MPE’s). O curso “Formação de Multiplicadores em Compras Governamentais”, acontece desde quarta-feira, 3, no Espaço SEBRAE Multieventos e termina hoje, 5. A capacitação é uma promoção da SEAD em parceria com o SEBRAE.

 

Servidores da Secretaria de Estado da Administração (SEAD) passam por um curso, juntamente com técnicos do SEBRAE, para se tornarem multiplicadores de conhecimentos e informações sobre como vender para o Estado e dos benefícios da Lei estadual 6.206/2007, que concede tratamento diferenciado as Micro e Pequenas Empresas (MPE’s). O curso “Formação de Multiplicadores em Compras Governamentais”, acontece desde quarta-feira, 3, no Espaço SEBRAE Multieventos e termina hoje, 5. A capacitação é uma promoção da SEAD em parceria com o SEBRAE.

Ao todo, estão sendo capacitados 10 multiplicadores (cinco da SEAD e cinco do SEBRAE). O curso faz parte da parceria firmada entre SEAD e SEBRAE em dezembro de 2007 para propiciar a efetiva utilização do poder de compra governamental junto as micro e pequenas empresas. O Termo de Cooperação Técnica foi ratificado em 20 de janeiro deste ano.

Para o secretário adjunto da Administração, José Leite, as MPE’s vivem momento favorável graças às ações pioneiras adotadas pelo Governo do Estado. “No governo Marcelo Déda, as micro e pequenas empresas sergipanas conseguiram um ambiente legal favorável ao seu fortalecimento com a criação da Lei estadual de licitações, a 6.206, de 2007, do Credi-Compras Governamentais Banese e parcerias como essa com o SEBRAE”, disse.

Os novos multiplicadores vão divulgar as condições necessárias à utilização do poder de compra governamental e a Lei 6.206/2007 por meio de encontros e seminários pré-agendados com prefeitos, contabilistas e empresários das oito microrregiões do Estado. “Nosso objetivo é fomentar a participação das micro e pequenas empresas sergipanas nos processos de compras públicas do governo estadual, além de incentivar os municípios a terem suas leis municipais para uso do poder de compra no âmbito do município”, disse o gestor público Gustavo de Andrade.